5 hábitos que podem estar fazendo você perder dinheiro sem perceber

16 de novembro de 2018

Economizar dinheiro não precisa estar relacionado à privação. Muitas vezes pode ser uma questão de reavaliar sua vida para reconhecer onde está gastando mais do que deveria e desperdiçando também tempo e preocupação.

Em um mundo com recursos naturais cada vez mais escassos, repensar o modo de consumir, morar e se relacionar é vital para levar uma vida mais sustentável em todos os sentidos. Por isso, viver no automático não ajuda: é preciso fazer as escolhas diárias com consciência e reavaliar com frequência o que cabe e o que está sobrando na sua vida.

Invista em autoconhecimento para identificar o que poderia ser mais eficaz no seu cotidiano, sem receio de fazer as mudanças que julgar necessárias. Veja a seguir algumas dicas com o objetivo de evitar o desperdício e melhorar as finanças:

ANOTE O QUANTO GASTA

Anotar seus gastos, por mais básico que possa parecer, ainda é uma prática adotada por poucos. Você pode achar trabalhoso no começo, mas insista para que vire hábito. Ao final de cada mês, sinalize com uma cor diferente os itens que poderiam ter sido evitados, como compras duplicadas, compras por impulso, entre outros.

Crie categorias para suas despesas: vestuário, alimentação, higiene, etc. Assim será possível ver claramente onde estão seus gastos desnecessários e decidir onde reduzir no próximo mês. Faça da maneira que achar melhor para seu estilo de vida e personalidade. Pode ser numa agenda, numa planilha no computador ou usando um aplicativo no celular. Alguns aplicativos que podem ajudar: Guia Bolso, Finance ou Organizze.

USE O CRÉDITO CORRETO PARA SEU ESTILO DE VIDA

A maioria das pessoas que tem um cartão de crédito não sabe aproveitar da melhor maneira. A prova disso é que, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 76,4% das famílias endividadas no Brasil têm como principal responsável o mau uso do cartão de crédito. Sim, é preciso tomar cuidado com os juros e avaliar as taxas. Mas também é preciso reavaliar, de tempos em tempos, se aquele cartão é o mais adequado para seu estilo de vida. Por exemplo: se você é uma pessoa que viaja bastante, faz sentido ter um cartão que gere muitas milhagens no sistema de pontos. Você concentra seus gastos neste cartão para poder aproveitar esse benefício.

Mas, se passagens não são uma prioridade, por que não buscar um cartão com benefícios diferentes? É preciso renegociar taxas com o banco para não se acostumar com seus reajustes crescentes, o que pode trazer uma economia significativa para o bolso. Além disso, existem hoje opções de cartões que funcionam como bancos digitais, como o Nubank, o Next e o Digio. Os cartões são controlados por um aplicativo no celular e geralmente possuem taxas mais baixas e/ou isenção de anuidade. Normalmente é necessária uma análise de crédito para poder solicitar um deles. Busque um cartão adequado à sua vida – e não o contrário.

NEGOCIE A TV A CABO OU O PLANO DO CELULAR

Assim como o cartão de crédito, muitas vezes por preguiça, tempo ou aversão à burocracia, não negociamos o plano da TV a cabo ou do celular. E continuamos pagando por pacotes que não utilizamos da melhor maneira. De tempos em tempos é bom reler o contrato e confirmar se o serviço ofertado está em pleno funcionamento. Também avaliar se quer alguma alteração, como aumentar o número de canais de filmes ou esportes e diminuir outros.

Vale refletir: estou utilizando tudo pelo que estou pagando? O mesmo vale para o celular, pois é possível alterar o quanto se gasta com ligações, mensagens e internet, por exemplo. Pesquise tanto na operadora atual quanto em outras para ter base para negociar. E, se for o caso, até mesmo mudar para uma empresa que ofereça um pacote mais vantajoso.

REPENSE A MORADIA

Morar em uma casa com muitos metros quadrados, vários cômodos e um grande quintal pode ser o sonho de muita gente e fazer sentido em algum momento da vida. Mas, é claro, isso custa dinheiro – e muito. Morar em um apartamento ou casa maior do que o necessário faz você gastar mais apenas para manter os cômodos que muitas vezes nem são utilizados ou pagar por um aluguel que poderia ser bem menor.

Em 2017, 14% do total das casas no Brasil eram “arranjos unipessoais”, nomenclatura dada para moradias com apenas um habitante, segundo o IBGE. A tendência é ainda maior na Europa, em países como Alemanha, Dinamarca e Noruega. Mais pessoas ao redor do mundo vivem sozinhas ou em núcleos familiares menores. Portanto, deveria ser esperada também uma redução das moradias, o que nem sempre acontece e gera desperdício de espaço, dinheiro e tempo. Vale pensar como aproveitar melhor o espaço em casa, arrumar um cômodo que poderia ser melhor utilizado ou até pensar em fazer uma mudança.

LIMPE OS ARMÁRIOS E ESTANTES

Se mudar de casa não faz sentido para você no momento, limpar o guarda-roupa pode ser uma ótima maneira de reavaliar as finanças. O que a faxina tem a ver com gastos?

Para começar, assim como na planilha de despesas, ao fazer uma limpeza é possível enxergar com mais clareza as peças que não usa mais, que não servem ou que apenas não combinam mais com você. Manter em sua vida apenas o que é útil e essencial faz com que você se sinta mais leve e tenha menos trabalho na organização da casa. Alem disso, você pode ajudar quem precisa, doando o que não couber mais na sua vida. Os itens descartados também podem ser vendidos para um brechó ou loja online, como Enjoei, Mercado Livre, PegueiBode ou Estante Virtual – este último específico para livros usados que não serão relidos e estão ocupando espaço e juntando poeira.

Que tal começar já a reorganizar o que não faz mais sentido manter? Gastar um pouco de tempo nestas atividades agora pode significar uma grande economia de energia, trabalho e dinheiro no futuro.

MANIFESTO 60+

A VIDA NÃO TEM HORA, PURA VERDADE,
TEM SÓ VONTADE DE ACONTECER,
SESSENTA MAIS, CELEBRE A IDADE
E A VONTADE DENTRO DE VOCÊ.

QUEM ACREDITA NA LONGEVIDADE,
NÃO VÊ NA VIDA LIMITAÇÃO,
VIVE A TAL DA FELICIDADE
E A CAPACIDADE DE REINVENÇÃO

NÃO SE TRATA DA DATA DE NASCIMENTO,
E NEM DAS MARCAS NA SUA MÃO.
O QUE IMPORTA AQUI É O SEU PENSAMENTO.

É SOBRE VOAR COM PÉS NO CHÃO,
SEM LIGAR PARA OS CAPRICHOS DO TEMPO.
É SOBRE SER LEVE, SER INSPIRAÇÃO.

VIVER BEM NÃO SE TRATA DA IDADE QUE TEMOS, MAS DO QUANTO SOMOS APAIXONADOS PELA VIDA.

Foi com esse pensamento que criamos o 60+, um portal que celebra a vida e traz curiosidades, dicas e novas possibilidades para ajudar você a se reinventar para viver a longevidade em toda a sua plenitude. Um novo olhar para mostrar que nossos limites, muitas vezes, não são impostos pela idade, mas pelos nossos próprios pensamentos. Queremos que este portal seja um cantinho aconchegante para se inspirar, compartilhar ideias e ficar por dentro de todas as incríveis possibilidades que a vida pode oferecer nesse momento.

POR QUE EXISTIMOS.

Nossa missão é apresentar aos 60+ um novo olhar sobre a vida, por meio de curiosidades, dicas de eventos, viagens, saúde e outras informações. Queremos incentivar você a se reinventar por meio de novas experiências para desfrutar uma longevidade feliz, explorando muito mais as possibilidades que os limites.

ONDE QUEREMOS CHEGAR?

Queremos ser a principal referência de conteúdo para os 60+, nos tornando responsáveis por uma mudança de comportamento positiva, que traga muito mais qualidade para a sua longevidade.

QUAIS SÃO OS NOSSOS VALORES?

Respeito, amor, compreensão, colaboração, honestidade. Acreditamos que valores não têm idade. Em tudo que fazemos, procuramos seguir a seguinte filosofia: nos tornamos aquilo que acreditamos, somos frutos de nossas ações e é a vontade de viver que temos em nossos corações que realmente importa.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE | © 2022 – 60MAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.