Victoria: um pedacinho da Inglaterra no Canadá

17 de janeiro de 2020

Victoria: um pedacinho da Inglaterra no Canadá - 60 mais

A cidade de Victoria no Canadá geralmente não entra nos roteiros de viagem dos brasileiros, por um motivo muito simples: é longe, muito longe do nosso país. São mais de 20 horas de vôo até o Canadá e conexões que podem incluir uma longa travessia de ferry boat, já que a capital da Colúmbia Britânica está situada em uma ilha.

Você pode ir via Vancouver ou via Seattle e chegar de noite ou de dia. Além disso, não vai precisar de muito tempo para sentir a influência inglesa na cidade.

O passado colonial britânico é visível em diversas casas e edifícios, incluindo a majestosa mansão do Castelo de Craigdarroch. Assim como nos Jardins de Butchart, onde acontecem exposições florais durante o verão. Aliás, a melhor época para visitar a cidade para quem deseja explorar a natureza e curtir atividades ao ar livre, seja passeando nos parques ou velejando no mar.

O inverno não é exatamente uma época ruim, mas considere que os passeios serão mais urbanos e você terá que levar um guarda-chuva, já que os meses de dezembro e de janeiro são os mais chuvosos, podendo chover de 16 a 24 dias por mês.

Conhecida como “The Garden City” (A Cidade Jardim), Victoria foi fundada em 1843, portanto é uma das cidades mais antigas do noroeste do Pacífico.

Ao contrário de sua vizinha Vancouver, a cidade manteve conservada uma grande parte de seus prédios históricos, em especial os edifícios legislativos (1897) e o Hotel Empress (inaugurado em 1908 e que hoje faz parte da rede Fairmont, com estilo arquitetônico das mansões inglesas da era do Rei Eduardo).

Além disso, Victoria tem a segunda Chinatown mais antiga da América do Norte, ficando apenas atrás da Chinatown de São Francisco na Califórnia.

Mesmo com toda pompa histórica e tradicional, não se engane: Victoria é muito moderna, já que possui um setor de tecnologia que se transformou no maior gerador de receita local, provavelmente por ser muito próxima de Seattle (Amazon e Microsoft) e não tão distante assim da influência do Vale do Silício.

 

O que visitar em Victoria

Você não vai precisar de muitos dias para explorar a cidade. Se estiver por lá, não deixe de visitar:

 

1. Beacon Hill Park

Fica no coração da cidade. Tem caminhos à beira-mar, um playground, um pequeno zoo e vários jardins muito bem cuidados, onde vivem esquilos e patos.

Beacon Hill Park Victoria Canada 60 mais

2. Craigdarroch Castle

Uma mansão da Era Vitoriana que ocupa 20.000 m2. Foi construída em 1890 para o famoso barão do carvão Robert Dunsmuir e sua família. É um vislumbre luxuoso de como viviam os nobres canadenses naquele tempo.

Craigdarroch Castle Victoria Canada 60 mais
3. Fisherman’s Wharf

Dê uma passadinha lá para comer fish and chips e fazer selfies diante das lindas casinhas flutuantes e coloridas.

Fisherman’s Wharf Victoria Canada 60 mais
4. The Butchart Gardens

Um dos cartões postais mais belos e famosos do país. Formado pelos jardins Sunken, Japanese, Rose, Italian and Mediterranean, é um passeio imperdível.

The Butchart Gardens Victoria Canada 60 mais
5. Royal BC Museum

Considerado um dos melhores museus regionais do mundo, possui galerias permanentes sobre a História Natural e História Humana de British Columbia.

Nos últimos anos, pequenas cervejarias artesanais se juntaram à coleção de pubs de Victoria. Fora isso, ao longo do ano, você encontrará uma infinidade de eventos e festivais.

Royal BC Museum VIctoria Canada 60 mais

 

Pelo mar ou pelo céu: como chegar lá

Como chegar no Canada 60 mais

Como não existem vôos diretos de nenhuma cidade do Brasil até Victoria, você precisa necessariamente fazer algumas escalas. Partindo de Vancouver ou Seattle, você poderá chegar em Victoria por meio de ferry boat (indo de carro ou de ônibus) ou de hidroavião. O passeio de ferry é muito bonito durante o dia, assim como o trajeto do hidroavião, que é uma experiência única, com direito a uma chegada espetacular no porto de Inner Harbor no centrinho da cidade.

MANIFESTO 60+

A VIDA NÃO TEM HORA, PURA VERDADE,
TEM SÓ VONTADE DE ACONTECER,
SESSENTA MAIS, CELEBRE A IDADE
E A VONTADE DENTRO DE VOCÊ.

QUEM ACREDITA NA LONGEVIDADE,
NÃO VÊ NA VIDA LIMITAÇÃO,
VIVE A TAL DA FELICIDADE
E A CAPACIDADE DE REINVENÇÃO

NÃO SE TRATA DA DATA DE NASCIMENTO,
E NEM DAS MARCAS NA SUA MÃO.
O QUE IMPORTA AQUI É O SEU PENSAMENTO.

É SOBRE VOAR COM PÉS NO CHÃO,
SEM LIGAR PARA OS CAPRICHOS DO TEMPO.
É SOBRE SER LEVE, SER INSPIRAÇÃO.

VIVER BEM NÃO SE TRATA DA IDADE QUE TEMOS, MAS DO QUANTO SOMOS APAIXONADOS PELA VIDA.

Foi com esse pensamento que criamos o 60+, um portal que celebra a vida e traz curiosidades, dicas e novas possibilidades para ajudar você a se reinventar para viver a longevidade em toda a sua plenitude. Um novo olhar para mostrar que nossos limites, muitas vezes, não são impostos pela idade, mas pelos nossos próprios pensamentos. Queremos que este portal seja um cantinho aconchegante para se inspirar, compartilhar ideias e ficar por dentro de todas as incríveis possibilidades que a vida pode oferecer nesse momento.

POR QUE EXISTIMOS.

Nossa missão é apresentar aos 60+ um novo olhar sobre a vida, por meio de curiosidades, dicas de eventos, viagens, saúde e outras informações. Queremos incentivar você a se reinventar por meio de novas experiências para desfrutar uma longevidade feliz, explorando muito mais as possibilidades que os limites.

ONDE QUEREMOS CHEGAR?

Queremos ser a principal referência de conteúdo para os 60+, nos tornando responsáveis por uma mudança de comportamento positiva, que traga muito mais qualidade para a sua longevidade.

QUAIS SÃO OS NOSSOS VALORES?

Respeito, amor, compreensão, colaboração, honestidade. Acreditamos que valores não têm idade. Em tudo que fazemos, procuramos seguir a seguinte filosofia: nos tornamos aquilo que acreditamos, somos frutos de nossas ações e é a vontade de viver que temos em nossos corações que realmente importa.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE | © 2020 – 60MAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.